COVID-19

 

Linha direta de informações sobre a COVID-19

Caso tenha dúvidas sobre a COVID-19, ligue para 1-800-525-0127 e aperte 7. Quando for atendido, diga o seu idioma para acessar os serviços de interpretação. A linha direta está disponível: segunda-feira das 6h às 22h e de terça a domingo (e feriados) das 6h às 18h.

Não pode sair de casa e precisa tomar a vacina contra a COVID-19?

Há três formas de fazer o registro (apenas em inglês) ou ligue para 1-800-525-0127 e aperte 7.

Take Care, WA - Vivendo melhor e com mais segurança durante o COVID-19

Agora sabemos que o COVID-19 está aqui para ficar no futuro próximo. É importante entender como viver nossas vidas, mantendo a nós mesmos, entes queridos e comunidade o mais seguros possível. Como podemos fazer isso? Usando todas as ferramentas que aprendemos até agora: ser vacinado e receber doses de reforço, fazer o teste e ficar em casa se estiver doente ou exposto, usar máscara onde houver aglomerações e manter o distanciamento.

Aqui está o que você precisa saber ao entrar em uma nova etapa da vida coexistindo com o COVID-19 em nossa comunidade.

Tome uma atitude, cuide-se

Decorative

Vacine-se e tome as doses de reforço

As vacinas e reforços para o COVID-19 são a defesa número um contra infecções e doenças graves.

Saiba mais

Decorative

Saiba quando testar

Reduza o risco de espalhar o COVID-19 fazendo o teste se você se sentir doente, estiver participando de uma reunião ou tiver sido exposto ao COVID-19.

Saiba mais

Decorative

Use máscara

O uso de máscara comprovadamente retarda a propagação do COVID-19 e ainda é necessário em algumas situações.

Saiba mais

Decorative

Use o WA Notify

Ative o WA Notify (Notifique WA) em seu telefone para receber alertas se você tiver sido exposto ao COVID-19.

Saiba mais

Se você estiver com COVID-19 agora

Decorative

Confira as últimas orientações

Fique em casa e longe de outras pessoas, e siga as últimas diretrizes de isolamento.

Saiba mais

Decorative

Busque tratamento

Entre em contato com seu médico para conhecer suas opções de tratamento.

Saiba mais

Decorative

Obtenha suporte para sua recuperação

Obtenha entrega de refeições e medicamentos, creche e outros serviços enquanto se recupera do COVID-19.

Saiba mais

Decorative

COVID prolongado

Pessoas com COVID-19 podem ter sintomas que duram de semanas a anos após a infecção. Previna-se do COVID prologando prevenindo o contágio do COVID-19.

Saiba mais

Informações e recursos adicionais

Sintomas, sinais e prevenção contra a COVID-19

Os principais sintomas da COVID-19 são:

  • Tosse, falta de ar ou dificuldade para respirar, febre, calafrios, dor muscular, dor de garganta, perda recente do paladar ou olfato. Outros sintomas menos comuns incluem náusea, vômito ou diarreia.
  • Ligue para o 911 se você perceber os seguintes sinais de alerta de emergência da COVID-19:
    • Dificuldade para respirar
    • Dor ou pressão constante no peito
    • Confusão mental repentina
    • Dificuldade de acordar ou se manter acordado
    • Pele, lábios ou leito ungueal pálido, acinzentado ou azulado, dependendo do tom da pele
  • Quais são os grupos de risco?
  • Idosos, pessoas de todas as idades com condições médicas subjacentes e grávidas podem ter um risco maior de desenvolver a forma grave da COVID-19.

Como posso me proteger e proteger a minha família?

  • Caso seja elegível, tome a vacina e as doses de reforço.
  • Fique em casa se você estiver doente.
  • Use máscara e mantenha uma distância de seis pés (dois metros) das outras pessoas quando estiver em ambientes públicos com aglomeração.
  • Evite aglomerações e espaços com pouca ventilação.
  • Lave as mãos com frequência ou use álcool em gel.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com o seu braço ou um lenço.
  • Evite tocar o rosto, a boca, o nariz ou os olhos.
  • Limpe as superfícies de sua casa.
  • Se você apresentar sintomas da COVID-19, entre em contato com seu provedor de assistência médica. Caso você não tenha um provedor de assistência médica ou seguro de saúde, consultas gratuitas de telemedicina (apenas em inglês) estão disponíveis por meio do DOH.
Vá a lojas e espaços públicos com mais segurança

Você pode tomar diversas medidas para proteger a si próprio e às outras pessoas antes e depois de sair em público e enquanto estiver fora de casa.

Antes de sair:

  • Não vá a lojas ou outros locais públicos se você estiver doente, se possível. Peça a um membro da família ou amigo para fazer a retirada de produtos para você.
  • Considere comprar alimentos, medicamentos e outros itens pela internet para serem entregues na sua casa.
  • Considere ir às compras durante horários menos movimentados, se possível.
  • Lave as mãos antes de sair de casa.

Quando estiver em um ambiente interno com aglomeração:

  • Use uma máscara que cubra o nariz e a boca.
  • Mantenha uma distância de pelo menos seis pés (dois metros) entre você e os demais, inclusive na fila do caixa.
  • Cubra a boca e o nariz ao tossir ou espirrar.
  • Evite tocar o rosto.
  • Se estiver fazendo compras, use álcool em gel ou lenços antissépticos para limpar o carrinho ou o cesto de compras.

Ao chegar em casa:

  • Lave a máscara de pano e guarde em um local seguro. Jogue fora a sua máscara descartável.
  • Lave as mãos.
  • Faça uso das boas práticas de segurança alimentar. Não desinfete os alimentos. Lave as frutas e os legumes como de costume.
Gravidez, bebês e a COVID-19

O que você deve saber se estiver grávida

  • As pessoas grávidas ou que estiveram grávidas recentemente têm maior risco de desenvolver a forma grave da COVID-19, em comparação às pessoas que não estão grávidas.
  • As pessoas que foram infectadas com COVID-19 durante a gravidez também apresentam um risco maior de nascimento prematuro (parto antes de 37 semanas) e natimorto, podendo ter um risco maior de desenvolver outras complicações da gravidez.
  • As pessoas grávidas ou que estiveram grávidas recentemente e aqueles com quem elas têm contato devem tomar estas medidas para ajudar a se proteger da COVID-19:
    • Vacine-se e tome a dose de reforço.
    • Use máscara.
    • Mantenha uma distância de seis pés (dois metros) de outras pessoas e evite aglomerações e espaços com pouca ventilação.
    • Faça o teste para evitar a disseminação da doença para outras pessoas.
    • Lave as mãos com frequência e cubra a boca e o nariz com o braço ou um lenço ao tossir ou espirrar.
    • Limpe e desinfete a sua casa regularmente.
    • Monitore a sua saúde diariamente.
    • Ligue para o seu provedor de assistência médica imediatamente se você tiver alguma preocupação em relação à sua gravidez, se você ficar doente ou se achar que pode estar infectada com COVID-19.

Gravidez e a vacina contra a COVID-19

  • A vacinação contra a COVID-19 é recomendada para pessoas que estão grávidas, amamentando, tentando engravidar ou que possam engravidar no futuro.
  • As evidências relacionadas à segurança e eficácia da vacinação contra a COVID-19 durante a gravidez são cada vez maiores. Os dados sugerem que os benefícios de receber uma vacina contra a COVID-19 superam quaisquer riscos conhecidos ou potenciais de vacinação durante a gravidez.
  • Quando elegível, pessoas grávidas devem receber uma dose de reforço da vacina contra a COVID-19.
  • As vacinas contra o vírus não causam infecção por COVID-19, inclusive em pessoas grávidas ou em seus bebês.
  • Atualmente, não há evidências de que quaisquer vacinas, incluindo contra a COVID-19, causem problemas de fertilidade em mulheres ou homens.
  • Está grávida e tem mais dúvidas sobre a vacina contra a COVID-19? Fale com o seu provedor de assistência médica ou entre em contato com a MotherToBaby, que tem especialistas à disposição para responder às dúvidas por telefone ou chat. O serviço é confidencial e gratuito e está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Acesse o site da MotherToBaby (apenas em inglês) para conversar ao vivo, enviar um e-mail ou ligue para 1-866-626-6847 (disponível apenas em inglês e espanhol).

Como cuidar de um recém-nascido que está com COVID-19

  • A maioria dos recém-nascidos de pessoas que tiveram COVID-19 durante a gravidez não são infectados com o vírus quando nascem.
  • A maioria dos recém-nascidos que testaram positivo para COVID-19 tinham sintomas leves ou nenhum sintoma e se recuperaram. Relatórios indicam que alguns recém-nascido desenvolveram a forma grave da doença.
  • Se você estiver em isolamento por causa de COVID-19 e tiver um filho recém-nascido, tome as seguintes precauções até que o seu período de isolamento tenha terminado:
    • Fique em casa e mantenha distância de pessoas que não morem na mesma residência.
    • Isole-se (fique longe) de outros membros da família que não estiverem infectados e use uma máscara nos espaços compartilhados.
    • Para cuidar do seu filho recém-nascido, tenha um cuidador saudável que esteja totalmente vacinado e não seja do grupo de risco de desenvolver a forma grave da doença. Se possível, bombeie seu leite para que um cuidador possa alimentar o bebê. Caso dê fórmula infantil para seu filho, peça que o cuidador prepare.
    • Siga as precauções recomendadas se tiver de cuidar do seu filho recém-nascido antes do fim do período de isolamento, incluindo o uso de máscara enquanto alimenta ou segura o seu bebê.
    • Monitore o seu filho recém-nascido quanto a sintomas de COVID-19.
  • Evidências atuais sugerem que não é provável que o leite materno passe o vírus aos bebês. Estudos recentes demonstraram que as pessoas que foram vacinadas contra a COVID-19 transferiram anticorpos protetores para os seus bebês pelo leite materno. Se você estiver com COVID-19 e optar por amamentar:
    • Lave as mãos antes da amamentação.
    • Use máscara durante a amamentação e sempre que estiver a menos de seis pés (dois metros) do seu bebê.

A Perinatal Support Washington Warm Line (Linha de apoio de Washington para cuidado perinatal) está disponível para todos os novos e futuros pais e mães ou seus entes queridos sempre que precisarem de informações ou suporte relacionado à saúde mental. Ligue para a Perinatal Support Washington Warm Line no número 1-888-404-7763 ou acesse www.perinatalsupport.org/warm-line (apenas em inglês). Envie uma mensagem de texto ou um e-mail para warmline@perinatalsupport.org.

É importante ajudar. A linha de apoio está disponível ao vivo, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30 (apenas em inglês e espanhol). Às noites e nos finais de semana, deixe uma mensagem e alguém retornará sua ligação dentro de 1 a 12 horas. A linha de apoio possui uma equipe composta por assistentes sociais, terapeutas licenciados ou mães e pais que passaram por depressão ou ansiedade pós-parto.

Cuidando de você e da sua família

Washington Listens (Washington escuta você): Se você precisar falar com alguém sobre o estresse causado pela COVID-19, ligue para o Washington Listens no número 1-833-681-0211. Há sempre alguém disponível para conversar, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e nos fins de semana, das 9h às 18h. O modo de telefone por texto (TTY) e os serviços de acessibilidade de idioma estão disponíveis. Você também pode encontrar recursos adicionais para o bem-estar mental e emocional aqui (apenas em inglês).

  • Mantenha-se bem-informado sobre a situação atual da pandemia e obtenha recomendações adicionais com informações de fontes de notícia confiáveis, agências locais e públicas de saúde, bem como com atualizações dos sites de saúde pública.
  • Faça uma lista dos recursos disponíveis à comunidade, como números de telefone, sites e contas de mídia social. Você pode adicionar escolas, médicos, organizações de saúde pública, serviços sociais, centros comunitários de saúde mental e linhas diretas de emergência.
  • Mantenha contato com familiares e amigos por telefone ou por meio de serviços on-line.
  • Tenha suprimentos básicos de saúde à mão (como sabão, álcool em gel, lenços, termômetro, medicamentos para diminuir a febre, além de kits de teste de detecção da COVID-19 para fazer em casa).
  • Procure ter um estoque de medicamentos que você ou seus familiares tomam com frequência.

Apoio para os jovens da sua família

  • Procure o apoio e a conexão contínuos de seus amigos e familiares, conversando com eles por telefone, mensagens de texto, e-mail ou redes sociais.
  • Se as notícias estiverem deixando seus filhos ansiosos, façam uma pausa. Converse com eles para esclarecer informações que podem ter visto na internet ou em outras fontes de notícias.
  • Concentre-se em apoiar as crianças encorajando-as a fazer perguntas e ajudando-as a compreender a situação atual.
  • Fale sobre os sentimentos que eles têm e respeite-os.
  • Ajude a fazer com que eles expressem seus sentimentos por meio de desenhos ou outras atividades.
  • Conforte-os e tenha um pouco mais de paciência do que o normal.